sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Opinião :: Na Boa! | Diogo Faro

Título: Na Boa!
Autor: Diogo Faro
Editora: A Esfera dos Livros
Ano: 2017

Sinopse:
Ser feliz na Dinamarca e noutros países prósperos é fácil. Com uma boa lareira por perto e um ordenado confortável para se fazer umas viagens aos trópicos duas ou três vezes por ano, quem é que consegue ser infeliz?
Já a felicidade em Portugal, onde o salário mínimo é mesmo mínimo, os transportes públicos estão sempre atrasados e é preciso dormir à porta da Segurança Social para se ser atendido, é um assunto intrigante que desperta o fascínio da comunidade científica mundial. É, de facto, um case study que merece ser escrutinado e compreendido em toda a sua profundidade – até porque, segundo sondagens recentes, cerca de 97% dos portugueses são felizes. Porquê? Porque levam a vida, passe a expressão singela, «na boa».
Esta é uma das conclusões mais interessantes dos estudos aprofundados que, desde o início do novo milénio, têm sido levados a cabo pelo Instituto Português dos Altos Estudos para a Felicidade (IPAEF), os quais são divulgados pela primeira vez com a publicação desta obra.
Numa linguagem rigorosa, mas acessível, o presidente e fundador do IPAEF, Diogo Faro, que tem percorrido o mundo a dissertar sobre este fenómeno em palestras de acesso restrito, explica agora ao grande público o extraordinário segredo da felicidade do povo português. «“Na boa”, “um gajo safa-se”, “claro que se desenrasca isso”, os problemas resolvem-se e a vida leva-se de sorriso na cara», escreve o autor. «Com mais ou menos sobressaltos, descobrimos constantemente maneiras de saltar de nenúfar em nenúfar, mesmo quando à nossa volta tudo é um lago de problemas.»
Porque de vez em quando é bom olharmo-nos ao espelho e gostarmos do que vemos, a leitura deste livro fará o leitor sentir-se ainda mais feliz. Por si. Pelo seu país. Por todos nós.

Opinião:
Nos últimos tempos, a publicação de livros sobre os segredos para a felicidade e bem-estar tem sido recorrente; começou com a Dinamarca, passou já pela Suécia... e Portugal não podia ficar de fora! Tudo isto quase se parece com uma guerra de modos de vida para ver quem é que vive melhor e mais feliz... Atenção: não li os outros livros e não tenho nada contra esses ideais (até gostava de os ler); apenas acho essa disputa saudável e curiosa. E Portugal, com esta dissertação, junta-se ao grupo da maneira mais portuguesa possível!
Na Boa! é um livro cómico, cheio de ironia, mas que tem também o seu lado mais sério, ao nos fazer lembrar das pequenas coisas tão características do nosso país que são capazes de nos distinguir e nos dar orgulho da nossa nação, o que nos proporciona boas sensações e, consequentemente, felicidade!


O livro não poderia ter começado da melhor forma, ao falar sobre os conhecidos 3 F's: os originais Fátima, Futebol e Fado, bem como a referência ao Festival da Eurovisão deste ano, que ainda hoje me deixa incrédula e me faz arrepiar só de me lembrar desse dia...
Mas bem, o livro não se cinge a isso e tem inúmeros aspectos bem portugueses sobre os quais Diogo Faro fala e, muitas vezes, satiriza. Admito que desatei a rir muitas dessas vezes, porque de facto algumas das sátiras já me passaram pela cabeça e, vê-las escritas no livro, fizeram-me crer que não sou a única a pensar assim!
A acompanhar o texto, podemos ver várias imagens e fotografias pessoais do autor. Aliado ao facto de o livro ser pequeno, lê-se rapidamente. Diria mesmo que se lê numa tarde, na boa!
Adorei lê-lo! Vale a pena pela boa disposição que proporciona e pelo lembrete de que ser português é bom!

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Empréstimo :: "Pede-me o que Quiseres"

Há uns dias, encontrei-me com uma amiga que tinha acabado de comprar um livro num quiosque e qual não foi o meu espanto quando vi que se tratava de um dos livros de Megan Maxwell, pertencente a uma série de que tanto se ouviu falar. Boquiaberta, comentei que já há muito desejava ler aqueles livros e ela disse-me que tinha a série completa e que mos ia emprestar! Fiquei felicíssima!
Logo no dia a seguir, já tinha este livro em mãos, que é o primeiro volume: Pede-me o que Quiseres. Mal posso esperar por começar a ler!
Quem já leu este ou outro livro de Megan Maxwell? O que têm a dizer?

Título: Pede-me o que Quiseres
Autora: Megan Maxwell
Editora: Editorial Planeta
Ano: 2013

Sinopse:
Após a morte do pai, o prestigiado empresário alemão Eric Zimmerman decide viajar até Espanha para supervisionar as filiais da empresa Müller. Nos escritórios centrais de Madrid conhece Judith, uma jovem inteligente e simpática, por quem se enamora de imediato.
Judith sucumbe à atracção que o alemão exerce sobre ela e aceita tomar parte nos seus jogos sexuais, repletos de fantasias e erotismo. Com ele aprenderá que todos temos dentro um voyeur, e que as pessoas se dividem em submissos e dominantes… Mas o tempo passa, a relação intensifica-se e Eric começa a temer que o seu segredo seja descoberto, algo que poderia ditar o princípio do fim de uma relação.

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Opinião :: Voo Fantasma | Bear Grylls

Título: Voo Fantasma
Autor: Bear Grylls
Editora: Marcador
Ano: 2017

Sinopse:
Uma mãe e um filho raptados de forma selvagem numa montanha cercada pela neve.
Um soldado leal, torturado e executado num lugar remoto da Escócia.
Um avião perdido, finalmente descoberto no coração da selva amazónica, que esconde um segredo perigoso que poderá libertar o mal na Terra.
Uma corrida desesperada para vencer uma conspiração assustadora nascida nos dias mais negros da Alemanha nazi.
E há algo que une tudo isto. Só um homem pode desvendar o segredo. Will Jaeger. O Caçador.

Opinião:
Iniciei esta leitura sem saber ao certo o que esperar... e digamos que o começo da história não é o mais bonito e agradável de se ler... mas continuei a leitura com vontade de conhecer o conteúdo do livro; e fiquei viciada!
A personagem principal é Will Jaeger, um ex-soldado do Exército Britânico, que, depois de três anos em Bioko (uma ilha da Guiné Equatorial) e de regressar a Londres, parte com a sua equipa para uma expedição na selva amazónica, com vista a descobrir os segredos de um avião da Segunda Guerra Mundial lá perdido. Contudo, uma conspiração surgida na Guerra torna esta aventura numa luta contra o perigo que ela acarreta e, consequentemente, numa corrida pela própria sobrevivência.


Apesar de ter levado vários dias a ler, este livro cativou-me cada vez mais a cada capítulo; estes são curtos, porém terminam com muito suspense, tornando a leitura compulsiva! Adorei o enredo, principalmente quando este se desenrolou na selva; segui cada passo da aventura, de todos os percalços que foram aparecendo (não foram poucos!) e das soluções que eles encontraram. Nestes momentos, notei bem a experiência de Bear Grylls reflectida nas acções de Jaeger, sendo igualmente uma óptima fonte de informação de sobrevivência neste meio.
Houve mistério até ao final do livro, mas a forma como este terminou soube-me a pouco... Ou seja, terminou o livro mas a história não. E agora fiquei desejosa de ler a continuação!
Gostei mesmo deste livro!

domingo, 5 de novembro de 2017

Colecção "Ler Faz Bem" da Revista Visão #11

Boa tarde! O penúltimo livro da colecção Ler Faz Bem já se juntou aos meus anteriores. Este mês, o livro é O Estranho Caso do Dr. Jekyll e do Sr. Hyde, de Robert Louis Stevenson, e inclui igualmente os títulos O Furta-Defuntos e Olalla. Desconhecia por completo este autor, bem como estas obras, mas já pude constatar de que se tratam de narrativas obscuras... É certo de que não sou fã deste tipo de literatura; no entanto, não sei porquê, fiquei curiosa em relação a estes contos. Até pode ser que venha a gostar... :)

Título: O Estranho Caso do Dr. Jekyll e do Sr. Hyde
Autor: Robert Louis Stevenson
Editora: Cardume Editores
Ano: 2017

Sinopse:
Recolhem-se neste volume três das mais terríveis e assombrosas narrativas de Robert Louis Stevenson, escritor escocês nascido a 13 de Novembro de 1850 em Edimburgo e que viria a falecer no outro lado do mundo, nas ilhas Samoa, a 3 de Dezembro de 1894. Além de O Furta-Defuntos e Olalla, apresenta-se aqui O Estranho Caso do Dr. Jekyll e do Sr. Hyde, uma das narrativas mais famosas de Stevenson. Obra-prima da literatura gótica e de terror, O Estranho Caso... aborda com mestria o tema da dupla personalidade e o conflito entre o Bem e o Mal.

domingo, 29 de outubro de 2017

A ler :: Voo Fantasma | Bear Grylls

Olá! Nos últimos tempos, tenho lido um pouco menos do que gostaria; alguns dias lia um ou dois capítulos e noutros até nem me apetecia mesmo ler. Acontece a todos em algum momento, não é verdade? Bem, talvez esta minha falta de vontade possa ter surgido pelos livros que tenho escolhido para ler, pois não me têm cativado lá muito... Mas este último que escolhi, e que é a minha leitura actual, está a mostrar-se cada vez mais interessante... e prendeu-me por completo!

https://www.instagram.com/p/Ba1s7tHBa44/?taken-by=mliterariosblog

O livro é Voo Fantasma, de Bear Grylls, e está a superar as minhas expectativas. Estou mesmo a adorar!
Quem já o leu?

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Review :: Carson | Melissa Foster


Title: Carson (Bad Boys After Dark)
Author: Melissa Foster
Publisher: World Literary Press
Year: 2017

Synopsis:
Second chances really do exist...
As the founder of a multimillion-dollar international security business, Carson Bad exposes secrets for a living. He knows better than to forge relationships built on them. But for years he did just that with his best friend, and secret lover, Tawny Bishop. She brought a sense of calm and understanding to his life—in and out of the bedroom. Until one fateful night when a knock at the door changed everything.

Tawny is no longer a naive college student. She’s a sought-after perfumer living in Paris. She has plenty of resources at her fingertips, and lots of lonely nights to think about the only man she’s ever loved—the one she ran away from all those years ago. She needs to move forward with her life, but how can she when Carson still owns her heart?
Maybe showing up in the middle of the night unannounced isn’t the best route to unraveling the past and figuring out her future, but Tawny has played it safe for ten long years, and it's only made her long for the man she never should have walked away from. Now she's back in Carson’s life, and he’s determined not to make the same mistake twice. If only he knew what that mistake was.


Review:
This book belongs to a series of erotic novels and when I started reading it, I decided not to create high expectations, once the last erotic book I read was a bit disappointing. However, I found this story much more interesting than I could imagine.
The story is all about Carson Bad and Tawny Bishop. They've had a romance when they were college students but life pulled them apart, even if they did not forget each other. Thus, after so many years, they meet again and relive their hot romance, while they fight against some ghosts and unsolved problems from the past.
I loved discovering Carson and Tawny's personalities, as their life as a couple. The story is full of love and sex, with a lot of erotic descriptions; although they are pretty detailed, I didn't find them obcene or nasty. Also, I think the novel has good content and talks about nowadays' important issues.
I enjoyed very much the author's writing, which was informal, fun and very rich. What I appreciated the most was the fullness of adjectives, mostly referred to the sense of smell, once Tawny is a perfumer and that is her most particular sense.
In the end, this story might seem to be a cliché happy ever after, but I loved it anyway. I think I'd love to read the other series' books or even more about this couple!

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Livro recebido :: "Os Vampiros do Norte"

Viva! Eis o mais recente livro que se juntou à minha colecção: Os Vampiros do Norte, de João Carlos Pinto. Ao ler a sinopse, fiquei a prever uma leitura muito bem-disposta!

Título: Os Vampiros do Norte
Autor: João Carlos Pinto
Editora: Chiado Editora
Ano: 2017

Sinopse:
O protagonista e narrador de Os Vampiros do Norte é Trigo Roxo, o inspetor da PJ mais temido pelos criminosos nacionais, multinacionais, espirituais e galácticos. A trama principal começa com a perseguição a um vampiro made in Portugal e termina com o resgate de escravos portugueses da barbárie perpetrada por pérfidos e sanguinários vampiros do norte, nos alpes da Baviera. A talho de foice da intriga principal, Trigo Roxo narra ainda outras operações que levou a cabo com sucesso, onde todos os outros fracassaram: a libertação no inferno, das garras de lúcifer, de dois dos poucos políticos que tiveram entrada no Céu; a aniquilação da praga de mortos-vivos, comandados por lobisomens, que se propagavam pela Sibéria e ameaçavam invadir todo o mundo; a recuperação, no planeta Yoda, de móveis de sala de jantar de design exclusivo, produzidos em Portugal, comprados, sem autorização do fabricante, por extra terrestres descendentes de terráqueos; e muitas mais aventuras de cortar a respiração.
Os Vampiros do Norte é uma sátira política que não vai deixar ninguém indiferente. O autor aposta o seu pescoço em como, até mesmo os leitores mais exigentes, quando chegarem à última página do livro, vão ficar com água na boca e a chorar (ou será a rir?) por mais.